Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais notícais
Início do conteúdo da página

Professor do Campus de Abaetetuba produz máscaras de proteção para evitar a propagação do novo coronavírus no Pará

 

O professor do curso de Física, Marcos Allan Leite, do Campus Universitário da UFPA–Abaetetuba, está produzindo máscaras de proteção facial em impressora 3D, no  Laboratório de Modelagem, Simulação e Controle de Sistemas (LAMOSIC), para ajudar na proteção dos profissionais da saúde, que estão na linha de frente, no combate ao novo coronavírus. As primeiras máscaras foram produzidas nesta semana e devem ser entregues na sexta-feira, dia 03 de abril, ao Grupo de Trabalho (GT) da UFPA, que discute formas de prevenção, realiza estudos e elabora orientações para a comunidade acadêmica.
O docente se inspirou em outras instituições de ensino para realizar o trabalho.  “Estávamos vendo um movimento no sul do país de produção de máscaras do tipo faceshield, pelas universidades, por causa do aumento no número de demandas. Então, resolvemos produzir essas máscaras também para ajudar os profissionais de saúde”, afirmou o professor Marcos Allan.
Para a produção das máscaras é necessário o filamento de ABS, PLA para impressão dos suportes, acetato para a produção das viseiras e elástico para fixar o sistema ao usuário. “Nosso objetivo é entregar esses materiais para o GT e continuar produzindo máscaras, até o término da matéria prima”, disse o professor Marcos Allan.
A produção também contou com o apoio do professor, Dhonata Oliveira, ex-aluno do curso de física do Campus de Abaetetuba.

GT UFPA
No dia 13 de março, a Universidade Federal do Pará instalou um Grupo de Trabalho (GT) sobre o novo coronavírus, para acompanhar a evolução do cenário epidemiológico da doença COVID-19 e divulgar recomendações à comunidade acadêmica.
O GT é composto por pesquisadores da área de saúde, administração, comunicação, gestores de ensino, pesquisa e extensão, representantes de dirigentes de unidades e campi, além de representação estudantil, sob a presidência da professora Rita Medeiros, infectologista do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB).
Texto e Fotos: Giovane Silva – Assessoria de Comunicação do Campus UFPA Abaetetuba

A Coordenadora do Campus Universitário de Abaetetuba/UFPA, no uso das atribuições que lhe conferem as leis em vigor, torna público o presente Edital para Seleção de BOLSISTA DE APOIO À ATIVIDADE ACADÊMICA.

Com ampla e diversificada programação, o Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba promoveu, entre os dias 02 e 06 de março, a Semana do Calouro 2020. Mais de 300 alunos dos cursos de Agroecologia, Letras - Português, Letras - Espanhol, Pedagogia, Física, Matemática e Engenharia de Produção participaram das atividades. Evento começou com uma “Calorada”, promovida pelo Diretório Acadêmico. Ao som da Marchinha do Vestibular do Pinduca e acompanhados por um trio elétrico, os estudantes saíram da Praça Cristo Redentor rumo ao Campus de Abaetetuba.
 A mesa de abertura do evento contou com a participação do vice-reitor da UFPA, professor Gilmar Pereira, coordenadora geral do Campus Abaetetuba, professora Ana Áurea Barreto e vice-coordenadora, professora Rosângela Nogueira. Eles deram boas-vindas aos estudantes e entregaram certificados para os primeiros colocados do vestibular 2020.
 A Semana do Calouro ofereceu aos novos universitários uma programação ampla. Os estudantes de física, por exemplo, tiveram Minicurso de Pré Calculo, palestras sobre a graduação e visita aos laboratórios. Engenharia de Produção promoveu um “coffe break” para receber os futuros engenheiros. O curso de Agroecologia realizou oficinas, rodas de conversa e apresentação dos professores do curso. Pedagogia promoveu aula inaugural, minicursos e trote literário. O curso de Letras – Português ofereceu oficina de Libras, apresentação dos projetos e cinema literário.
 Os universitários veteranos dos cursos da UFPA colaboraram com a organização das ações do evento e deram uma série de orientações para os novos alunos. “Fui muito bem recebido no Campus, a Semana do Calouro nos proporcionou troca de experiências, entretenimento e tivemos muitas oportunidades de conhecer a instituição”, afirmou o estudante de pedagogia Ângelo Pantoja”.

Grupos de Pesquisa
 Os Grupos de Pesquisa GEPIATI e Nova Cartografia Social da Amazônia promoveram roda de conversa sobre o tema: Antropologia e Nutrição, a atividade contou com degustação de Comida de quilombo e era destinado a todos os discentes. Participaram desta mesa o estudante e pesquisador Matthew William Abel de Washington University in St. Louis, Department of Anthropology, o pescador e coordenador do Mopepa, Aladim Alfaia e a Agricultora e quilombola do território de Jambuaçu -Moju/PA, Maria Martinha Almeida.
Os grupos de pesquisa promoveram também uma roda de conversa sobre: Mapeamento situacional de desastres ambientais e seus efeitos na autonomia e eficiência alimentar. Toda essa programação foi coordenada pelas professoras Eliana Teles e Rosa Elizabeth Acevedo.

Administração
 Os servidores técnico-administrativos da Secretaria Geral, Biblioteca, Assessoria de Comunicação (ASCOM), Divisão de Assistência Estudantil (DAEST), Divisão de Acessibilidade (DAC), Divisão de Pesquisa e Pós-graduação (DPPG), Coordenação de Planejamento, Gestão e Avaliação (CPGA), entre outros, realizaram apresentações dos seus departamentos com a finalidade de promover o esclarecimento para os calouros. As ações realizadas pelo evento tiveram objetivo de promover o conhecimento nas mais distintas áreas. De acordo com o estudante Albert Júnior, “o curso de pedagogia vai muito além de entrar numa sala de aula, na semana do calouro aprendi que o pedagogo pode exercer várias funções, eu, por exemplo, quero atuar na psicopedagogia, então estou ansioso para estudar as disciplinas de psicologia”, declarou o discente.

Texto: Giovane Silva – Assessoria de Comunicação do Campus Universitário de Abaetetuba
Fotos: Divulgação

MICRO-ÔNIBUS CIRCULAR

Turno: MANHÃ
SAÍDA PARA O CAMPUS ( 1° VIAGEM) : 07:10h: PÇA. DA BANDEIRA,- TV TIRADENTES – TV LAURO SODRÉ-
RUA PEDRO RODRIGUES, RUA JOAQUIM MENDES CONTENTE, PÇA. DO BARCO; AV. DOM PEDRO II; ROD DR.
JOÃO MIRANDA; TRAVESSA CELINA CONTENTE, RUA MANOEL DE ABREU, CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE
ABAETETUBA.


SAÍDA PARA O CAMPUS ( 2° VIAGEM): 07:40h: PÇA. DA BANDEIRA,- TV TIRADENTES – TV LAURO SODRÉ-
RUA PEDRO RODRIGUES, RUA JOAQUIM MENDES CONTENTE, PÇA. DO BARCO; AV. DOM PEDRO II; ROD. DR.
JOÃO MIRANDA; TRAVESSA CELINA CONTENTE, RUA MANOEL DE ABREU, CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE
ABAETETUBA.


SAÍDA DO CAMPUS (1° VIAGEM): 11:50: CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA, RUA MANOEL DE
ABREU, TRAVESSA CELINA CONTENTE, RODOVIA DR. JOÃO MIRANDA, (ATÉ TERMINAL RODOVIÁRIO;
VIAGEM EXCLUSIVA PARA QUEM IRÁ PRECISAR PEGAR ÔNIBUS INTERMUNICIPAL, TRANSPORTE RURAL E
ESCOLAR).


SAÍDA DO CAMPUS (2° VIAGEM) : 12:00 CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA, RUA MANOEL DE
ABREU, TRAVESSA CELINA CONTENTE, RODOVIA DR. JOÃO MIRANDA, AV. DOM PEDRO II, AV. BARRÃO DO
RIO BRANCO, PRAÇA DA BANDEIRA. -TV TIRADENTES – TV LAURO SODRÉ - RUA PEDRO RODRIGUES, RUA
JOAQUIM MENDES CONTENTE, PÇA. DO BARCO; ROD DR. JOÃO MIRANDA; TRAVESSA CELINA CONTENTE,
RUA MANOEL DE ABREU, CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA.


Turno: TARDE
SAÍDA PARA O CAMPUS ( 1° VIAGEM) : 13:10h: CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA, RUA MANOEL DE
ABREU, TRAVESSA CELINA CONTENTE, RODOVIA DR. JOÃO MIRANDA, AV. DOM PEDRO II, AV. BARRÃO DO
RIO BRANCO, PRAÇA DA BANDEIRA. -TV TIRADENTES – TV LAURO SODRÉ- RUA PEDRO RODRIGUES, RUA
JOAQUIM MENDES CONTENTE, PÇA. DO BARCO; ROD DR. JOÃO MIRANDA; TRAVESSA CELINA CONTENTE,
RUA MANOEL DE ABREU, CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA.


SAÍDA PARA O CAMPUS ( 2° VIAGEM): 13:40h: CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA - RUA MANOEL
DE ABREU- TRAVESSA CELINA CONTENTE- RODOVIA DR. JOÃO MIRANDA - AV. DOM PEDRO II - AV. BARRÃO
DO RIO BRANCO - PRAÇA DA BANDEIRA. -TV TIRADENTES – TV LAURO SODRÉ- RUA PEDRO RODRIGUES -
RUA JOAQUIM MENDES CONTENTE- PÇA. DO BARCO - ROD DR. JOÃO MIRANDA - TRAVESSA CELINA
CONTENTE- RUA MANOEL DE ABREU - CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA.


SAÍDA DO CAMPUS (1° VIAGEM): 17:20h: CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA - RUA MANOEL DE
ABREU- TRAVESSA CELINA CONTENTE- RODOVIA DR. JOÃO MIRANDA - AV. DOM PEDRO II - AV. BARRÃO DO
RIO BRANCO - PRAÇA DA BANDEIRA. -TV TIRADENTES – TV LAURO SODRÉ- RUA PEDRO RODRIGUES - RUA
JOAQUIM MENDES CONTENTE- PÇA. DO BARCO - ROD DR. JOÃO MIRANDA - TRAVESSA CELINA CONTENTERUA
MANOEL DE ABREU - CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA.


SAÍDA DO CAMPUS (2° VIAGEM): 17:50h: CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA - RUA MANOEL DE
ABREU- TRAVESSA CELINA CONTENTE- RODOVIA DR. JOÃO MIRANDA - AV. DOM PEDRO II - AV. BARRÃO DO
RIO BRANCO - PRAÇA DA BANDEIRA. -TV TIRADENTES – TV LAURO SODRÉ- RUA PEDRO RODRIGUES - RUA
JOAQUIM MENDES CONTENTE- PÇA. DO BARCO - ROD DR. JOÃO MIRANDA - TRAVESSA CELINA CONTENTERUA
MANOEL DE ABREU - CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA.

Turno: NOITE
SAÍDA PARA O CAMPUS ( 1° VIAGEM): 17:30h: PÇA. DA BANDEIRA,- TV TIRADENTES – TV LAURO SODRÉ-
RUA PEDRO RODRIGUES, RUA JOAQUIM MENDES CONTENTE, PÇA. DO BARCO; AV. DOM PEDRO II; ROD DR.
JOÃO MIRANDA; TRAVESSA CELINA CONTENTE, RUA MANOEL DE ABREU, CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE
ABAETETUBA.

SAÍDA PARA O CAMPUS ( 2° VIAGEM): 18:00h: PÇA. DA BANDEIRA,- TV TIRADENTES – TV LAURO SODRÉRUA PEDRO RODRIGUES, RUA JOAQUIM MENDES CONTENTE, PÇA. DO BARCO; AV. DOM PEDRO II; ROD DR. JOÃO MIRANDA; TRAVESSA CELINA CONTENTE, RUA MANOEL DE ABREU, CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA.

SAÍDA DO CAMPUS ( VIAGEM ÚNICA): 22:00h: CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA - RUA MANOEL DE ABREU- TRAVESSA CELINA CONTENTE- RODOVIA DR. JOÃO MIRANDA - AV. DOM PEDRO II - AV. BARRÃO DO RIO BRANCO - PRAÇA DA BANDEIRA. -TV TIRADENTES – TV LAURO SODRÉ- RUA PEDRO RODRIGUES - RUA JOAQUIM MENDES CONTENTE- PÇA. DO BARCO - ROD DR. JOÃO MIRANDA - TRAVESSA CELINA CONTENTERUA MANOEL DE ABREU - CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA.

CPGA – COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E AVALIAÇÃO

 

 

O Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba convoca os novos estudantes para a Semana do Calouro 2020. Evento vai ser realizado no período de 02 a 06 de março e deve oferecer uma programação vasta. Caminhada, palestras, apresentação  dos departamentos administrativos e faculdades, visita guiada aos setores e muito mais. Haverá também uma programação para os estudantes dos cursos noturnos.

Confira a programação abaixo:

Programação

 

 

Estudantes do Cursinho Popular do projeto Universidade Aberta (PUAA) do Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba comemoraram a aprovação no vestibular da Universidade do Estado do Pará (UEPA) e Universidade Federal do Pará (UFPA), ambas instituições divulgaram o resultado dos Processos Seletivos 2020, na última quinta-feira, dia 30 de janeiro. O Cursinho Popular é uma iniciativa do Diretório Acadêmico (D.A) e tem o objetivo de oferecer um cursinho preparatório de vestibular gratuito para jovens que não têm acesso aos cursinhos privados. O programa aprovou 20 estudantes que fizeram muita festa no Campus de Abaetetuba e nas ruas da cidade.

 

 

O Projeto Universidade Aberta do Campus Universitário da UFPA - Abaetetuba publicou no dia 28 de janeiro, no site da instituição, o resultado dos processo seletivo do Cursinho Popular 2020. Confira a lista completa dos classificados no link:

Classificados PUAA 2020

A Secretaria Geral de Graduação do Campus de Abaetetuba informa que o período de solicitação de matrícula referente ao segundo semestre de 2019 (De 16 a 23 de fevereiro de 2020) já está disponível - Via Sistema SIGAA/UFPA: https://sigaa.ufpa.br/sigaa/graduacao, para os cursos EXTENSIVO/REGULAR vinculados a este Campus e também aos alunos que estejam com disciplinas pendentes. O(a) discente que NÃO realizar sua matrícula NÃO poderá frequentar as aulas sem antes verificar a sua situação acadêmica na Secretaria, que poderá ou não autorizar a sua permanência em sala de aula, durante o período de 2º/2020.
A matricula em TCC e estágio supervisionado será na modalidade PRESENCIAL na SEGG no período de 16 A 23 DE FEVEREIRO DE 2020.
Mais informações no anexo:

Matricula 2º período de 2020

O G-Suite for Education é um conjunto de ferramentas de produtividade e colaboração em sala de aula. Permite criar, editar e compartilhar arquivos em tempo real, além de acompanhar o conteúdo on-line a partir de qualquer dispositivo. Por esses motivos, o Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFPA (CTIC) disponibiliza a adesão das contas de e-mails institucionais da Universidade para o sistema. A plataforma é gratuita e ilimitada para instituições de ensino, como é o caso da UFPA.

Migração - Os novos calouros que chegarão em 2020, quando forem criar sua conta institucional, além de acesso à rede sem fio e periódicos, já terão o e-mail pelo G-Suite com a assinatura institucional @unidade.ufpa.br.

Ao mesmo tempo, os alunos e servidores que atualmente só tem conta institucional para rede sem fio e periódicos, a partir desta quinta-feira, 23 de janeiro, poderão solicitar, via Sagitta, a adesão para também ter a conta migrada para o G-Suite. Com a adesão, o usuário deixa de receber mensagens via correio.ufpa.br, e passa a recebê-las por meio do g-mail.

Tutorial da adesão ao G-Suite

O Departamento de Tecnologia da Informação (DTIC) do Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba, informa que a partir do dia 21 de janeiro de 2020, os usuários da rede sem fio da instituição, terão que fazer autenticação na rede do campus para acesso à internet. Essa medida visa melhorar o desempenho e a segurança da rede sem fio.
Como ter acesso?
É só utilizar o mesmo usuário e a senha de acesso aos computadores da UFPA.

O Cursinho Popular do projeto Universidade Aberta do Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba divulga lista de candidatos aptos para fazer o simulado, que será no dia 23 de janeiro de 2020, às 08 horas da manhã. Os selecionados devem comparecer à instituição com documento de identificação com foto.

Veja o resultado e o edital com o cronograma completo do processo seletivo nos links abaixo:

CANDIDATOS APTOS A REALIZAR O SIMULADO

EDITAL Nº: 01/2020

 

 

O Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR) está realizando inscrições até o dia 31 de janeiro para professores que desejam participar das novas turmas de licenciaturas. Interessados devem cadastrar seus currículos na plataforma e depois registrar e o interesse na formação. As informações serão validadas pelas Secretarias de Educação às quais os candidatos estão vinculados.

Mais informações no link do documento:

Inscreva-se na Plataforma CAPES para participar de novas turmas do Parfor

O Campus de Abaetetuba informa que a UFPA está em período de escolha da nova reitoria e na próxima terça-feira, dia 21, às 16 horas, no auditório Central, a universidade vai receber a visita dos professores Emmanuel Tourinho e Gilmar Silva, atuais reitores. Eles apresentarão propostas da chapa para o próximo quadriênio. A comunidade acadêmica está convidada.

O campus de Abaetetuba também informa que a instituição está de portas abertas para receber outras chapas de outros candidatos.

Estudantes do curso de Licenciatura em Artes Visuais do Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR) do Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba realizaram no dia 10 de janeiro, uma série de performances. Os discentes trabalharam temas como: meio ambiente, tecnologia, desconstrução, inclusão, etc. As apresentações ocorreram em diversos pontos da instituição e atraiu olhares da comunidade acadêmica.
A atividade fez parte da disciplina de performance, ministrada pelo professor Luizan Pinheiro do Instituto de Ciências da Arte (ICA) da UFPA. “O curso de Artes Visuais tem essa disciplina, dentro de todas as linguagens das artes a performance é uma delas, e basicamente trabalha com o corpo e o movimento. E na primeira parte da disciplina a gente fez um trabalho em grupo para aprofundar o estudo teórico baseado no livro de Renato Cohen: “Performance como linguagem”, depois fizemos uma série de exercícios físicos corporais, respiração, dicção, movimento, e tudo isso foi uma espécie de preparação para os grupos, para que eles pudessem fazer as apresentações com temas que eles mesmos escolheram”, declarou o professor.
A estudante Gleiciane Tavares fez parte de uma equipe que trabalhou o tema da tecnologia e interações humanas para ela: “O homem está sendo dominado pela tecnologia. A gente trouxe celular na boca, no peito, nas mãos para explicar por que as pessoas quando estão com o celular, estão falando menos e interagindo pouco, as pessoas estão dando mais visibilidade a tecnologia, então também foi uma crítica pela forma como usamos essas ferramentas tecnológicas”.
Outro grupo trabalhou o tema das diferenças. “No nosso grupo todos os membros estavam de preto e apenas um de branco, nós mostramos através da performance que o diferente não é ruim ou mal, ele é existencial, faz parte da vida do ser humano”, afirmou a estudante Ocinéia Xavier.
As equipes fizeram apresentações durante toda a manhã e a forma como as performances foram realizadas chamou atenção de alunos, técnico-administrativos e docentes que estavam na instituição.
Texto e Fotos: Giovane Silva – Assessoria de Comunicação do Campus Universitário de Abaetetuba.

O Projeto Universidade Aberta (PUAA) do Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba publica retificação do edital. Interessados devem comparecer no Diretório Acadêmico da instituição até o dia 17 de janeiro de 2020.
O projeto ofertará 48 vagas, para alunos vestibulandos, que estejam cursando o 3º ano do ensino médio, ou que já tenham concluído, que comprovem estudar ou ter estudado todo ensino médio em escola pública. Haverá análise de documentos e simulado para os candidatos.

Veja o cronograma completo no edital:

Edital Aluno 2020 Retificado

O projeto Universidade Aberta da UFPA Campus de Abaetetuba lançou edital para professores que estejam interessados em lecionar para vestibulandos do programa. Interessados devem comparecer ao Diretório Acadêmico (D.A) da Instituição até o dia 17 de janeiro.

Veja o edital completo no site:

Edital Professor PUAA 2020

 

O Projeto Universidade Aberta (PUAA) do Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba está realizando inscrições para o Cursinho Popular. Interessados devem comparecer no Diretório Acadêmico da instituição até o dia 10 de janeiro de 2020.
O projeto ofertará 48 vagas, para alunos vestibulandos, que estejam cursando o 3º ano do ensino médio, ou que já tenham concluído, que comprovem estudar ou ter estudado todo ensino médio em escola pública. Haverá análise de documentos e simulado para os candidatos.

Mais informações no edital:

http://cubt.ufpa.br/publicacoes/edital/EDITAL%20ALUNO%20PUAA%202020%20(1).pdf

O Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba, promoveu no dia 14 de dezembro, o III Puxirum das Artes, na comunidade de São Miguel, no Ramal do Cataiandeua. A programação contou com poesia, música, produção audiovisual, fotografias, além da homenagem para seis rezadores de ladainha. A promoção é do Museu do Baixo Tocantins, sob a coordenação do professor Jones Gomes.
O III Puxirum homenageou Ângelo Palheta, Raimunda Barreto, Domingas Palheta, João Muniz e Maria de Nazaré, todos rezadores de ladainha, além do músico Raimundo Palheta. Eles receberam o Prêmio Puxirum das Artes 2019, confeccionado pelo artesão de Miriti Valdeli Costa, além do certificado de reconhecimento de Mestres da Cultura.
O evento compartilhou os resultados de pesquisa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. (PIBIC) e do Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX). “O Puxirum parte da necessidade e se trabalhar o reconhecimento do patrimônio existente em nossas comunidades, e, de compartilhar estas com o público acadêmico e a sociedade no geral”, afirmou o professor Jones Gomes.

Texto: Giovane Silva – Assessoria de Comunicação da UFPA - Campus Abaetetuba

A UFPA torna pública a abertura de inscrições e as normas que regem o PSE UFPA 2020-3 destinado à seleção diferenciada de candidatos para o Curso de Licenciatura em Educação do Campo para o ano de 2020.
O curso de Licenciatura em Educação do Campo visa atender a demanda por formação superior
dos Educadores das Escolas do campo, com efetivo exercício nos anos finais do ensino fundamental e ensino médio das redes de ensino.
São consideradas Comunidades do Campo os grupos e populações organizados que habitam os
espaços geográficos do campo (terra firme e várzea) e que possuam relações sociais de vizinhança, parentesco, situação comum de interesses, identidade e formas de ação comum, ligados a esses espaços geográficos.

O certame é organizado pelo Centro de Processos Seletivos (CEPS) da UFPA.

O edital completo está nos site:

Edital PSE 2020-3

Com  uma programação vasta que incluiu palestras, roda de conversa, grupos de trabalho, mesa-redonda e lançamento de livros, o Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba promoveu, nos dias 3, 4 e 5 de dezembro, o  II Colóquio Cidades e Identidades - Memória, história, representações e silenciamentos e o V Workshop de Integração Internacional. Ambos os eventos estão ligados ao Programa de Pós-Graduação em Cidades: Territórios e Identidades (PPGCITI).

De acordo com a professora Vivian Lobato, uma das coordenadoras do evento, o objetivo era ampliar o debate teórico-metodológico sobre memória e história no contexto da Amazônia, refletir sobre as representações e os silenciamentos operados na relação memória-história e discutir os desafios da pesquisa interdisciplinar acerca da relação história-memória na Amazônia.

“O colóquio se constituiu como um importante espaço de construção coletiva de reflexão, discussão e divulgação de problemas, teorias e métodos das pesquisas desenvolvidas no PPGCITI/UFPA e de troca de experiências do Campus de Abaetetuba e suas unidades acadêmicas. Como resultado final, podemos ressaltar o projeto integrador celebrado com a Universidade do Minho, por meio do pesquisador José Augusto Pacheco”, declarou Vivian Lobato.

Pesquisador de Portugal - No primeiro dia do colóquio, o campus promoveu a palestra internacional “Estudos Curriculares, Linguagens e Saberes: a escola como produtora de diferenças e identidades”,  com a presença do professor José Augusto Brito Pacheco da Universidade do Minho – Portugal. A palestra fez parte de uma parceria internacional com a Universidade do Minho (UMinho), sediada em Braga, Portugal, celebrada por meio do Programa de Apoio à Cooperação Interinstitucional (Paci)/Prointer/Propesp/UFPA.

Segundo a professora Vilma Nonato de Brício, o evento ampliou o debate sobre cooperação acadêmica internacional no sul global, promovendo o intercâmbio acadêmico e sociocultural entre docentes, discentes, técnicos e as comunidades tradicionais das instituições envolvidas, para fortalecer a construção da Rede IntegraSUL.

“O Colóquio da linha II com o Workshop constituíram um momento oportuno para a troca de experiências das pesquisas que estão sendo desenvolvidas na Amazônia por diferentes pesquisadores de variadas instituições. A presença do pesquisador e professor Pacheco, da Universidade do Minho, também  nos permitiu estabelecer diálogos interdisciplinares e para além das fronteiras, a partir de novos olhares acerca das culturas, identidades, diferenças, na perspectiva epistemológica sul -.sul,  Portanto o colóquio foi de uma importância incontestável”, ressaltou a estudante do mestrado do PPGCITI Elenilce Reis.

Texto e Fotos: Giovane Silva – Assessoria de Comunicação da UFPA de Abaetetuba

O Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba vai promover o III Puxirum das Artes, evento será realizado no dia 14 de dezembro, às 15 horas, no Barracão da Comunidade de São Miguel. O evento vai premiar artistas/rezadores do ramal do Cataiandeua. Haverá também Exposição Fotográfica, Mostra de Vídeos e Roda de Carimbó.

O objetivo é contribuir para o desenvolvimento de práticas artísticas de discentes e professores, bem como, no reconhecimento dos mestres locais, guardiões do patrimônio material e imaterial da cultura popular brasileira. O trabalho é fruto de experiências do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e do Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX).

Paralelamente, as pesquisas e ações que são desenvolvidas nas comunidades, realiza-se a cada final de ano um mutirão das artes, vislumbrando esse reconhecimento através da eleição de uma atividade cultural específica presente na região. Este ano a coordenação optou pelos resultados de pesquisas já disponíveis que permitiram pensar acerca da importância das artes devocionais para o conjunto das práticas culturais dos povos ribeirinhos da Amazônia, tais como, aquelas atrelas ao catolicismo popular, como as ladainhas, oratórios e festas de santos.

As ladainhas em particular expressam–se como cantos de suplicas aos santos e santas, caracterizada como ofício e saber, fazer, arte e devoção, atividades essas que mobilizam toda uma comunidade através do culto ao sagrado e da afetividade evocada. Por isso, este ano o evento vai homenagear os rezadores que há décadas ajudam a dar continuidade a prática milenar, aproveitando deste momento festivo e simbólico.

Portanto, neste ano o evento vai promover o “Prêmio Puxirum das Artes/2019” como forma de reconhecimento da UFPA - Campus Abaetetuba/ Museu do Baixo Tocantins aos artistas/rezadores do ramal do Cataiandeua, como forma de gratidão da sociedade Abaetetubense as suas habilidades e crenças.

Veja a programação completa do evento no Fôlder:

A estudante de Engenharia Industrial da Universidade Tecnológica de Bolívar, Beatriz Morelo Vásquez, está concluindo o intercâmbio no Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba. A universitária é colombiana, chegou à instituição no dia 21 de agosto e deve terminar o semestre ainda no mês de dezembro. “Quando eu cheguei em Abaetetuba foi um pouco difícil me acostumar, não conhecia ninguém, mas aos poucos fui fazendo amizades e descobri que o povo aqui é muito acolhedor. Conheci muita gente especial, e tem sido uma experiência incrível”, disse Beatriz.

A universitária destacou dois trabalhos relevantes que produziu durante o semestre, no campus de Abaetetuba: “Apresentei uma palestra sobre ergonomia sob a orientação do professor Adalberto Lima e fiz uma pesquisa para avaliar a qualidade do serviço das farmácias de Abaetetuba, sob a orientação do professor Harley Martins, ambos trabalhos foram executados com a colaboração de colegas e docentes, que sempre estão dispostos a ajudar”, declarou a aluna.

A estudante ainda afirmou que gostou da culinária local e certamente deve levar açaí, tapioca, vatapá e maniçoba na volta para Colômbia.

Texto e foto: Giovane Silva – Assessoria de Comunicação do Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba

O Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba, está promovendo a 7ª Semana da Matemática (SEMAT). A solenidade de abertura ocorreu no dia 04 de dezembro no auditório central. A programação segue até o dia 06 de dezembro e terá minicursos, palestras, mesa redonda e cultural. O objetivo da SEMAT é divulgar as produções no campo da Matemática Pura, Aplicada e Educação, no sentido de dinamizar as produções científicas e suas colaborações para a ampliação de estudos, pesquisas e ações de extensão, na região do Baixo Tocantins. A coordenação está sob a responsabilidade dos docentes Osvaldo Santos e Odirley Ferreira.

Confira a programação completa no site:

https://www.osvaldosb.com/vii-semat

O Campus Universitário de Abaetetuba realizou na terça-feira, dia 03, a abertura do II Colóquio Cidades e Identidades - Memória, História, representações e silenciamentos e o V Workshop de Integração Internacional. Os eventos começaram pela manhã, com credenciamento e oficinas. A programação continuou a tarde com a mesa de abertura que contou presença da professora Dra. Jacqueline Freire; coordenadora do Workshop, da professora Dra. Vivian Lobato; representante da coordenação do Colóquio, da professora Dra. Ana Áurea Maia; coordenadora do Campus de Abaetetuba, do professor Dr. Dedival Brandão e do professor, Dr. Alexandre Souza, Coordenador do PPGCITI.

Os eventos se destinam a pesquisadores/as, discentes do Programa de Pós-Graduação em Cidades: Territórios e Identidades, especialmente da Linha de Pesquisa Identidades: linguagens, práticas e representações; mas se destinam também a docentes e estudantes de cursos de graduação, especialmente da área de concentração Estudos Sociais e suas Humanidades, à comunidade universitária mais ampla, e à comunidade educacional das redes de ensino do Baixo Tocantins.

Veja a programação completa do evento no Fôlder:

Fôlder

No dia 03 de dezembro, as 15h, a Universidade Federal do Pará (UFPA) irá receber a palestra internacional “Estudos curriculares, linguagens e saberes: a escola como produtora de diferenças e identidades”, no auditório central do campus universitário de Abaetetuba, com a presença do professor José Augusto Brito Pacheco da Universidade do Minho – Portugal. A conferência é aberta ao público e destinada a toda a comunidade acadêmica, sem a necessidade de inscrições.

A palestra faz parte de uma parceria internacional com a Universidade do Minho (UMinho), sediada em Braga, Portugal, celebrada por meio do Programa de Apoio à Cooperação Interinstitucional (PACI)/Prointer/Propesp/UFPA. Segundo a professora Vilma Nonato de Brício, o evento ampliará o debate sobre cooperação acadêmica internacional no sul global, promovendo o intercâmbio acadêmico e sociocultural entre docentes, discentes, técnicos e as comunidades tradicionais das instituições envolvidas, no sentido de fortalecer a construção da Rede IntegraSUL.

Cooperação Internacional – A Palestra integra a agenda de atividades da Jornada de Cooperação Internacional da UFPA, iniciativa da pró-reitoria de pesquisa e pós-graduação (Propesp) e da pró-reitoria de relações internacionais (Prointer), por meio do Programa de Apoio à Cooperação Internacional (PACI).

O programa tem como objetivo incentivar o aproveitamento de oportunidades de cooperação entre pesquisadores e grupos de pesquisa vinculados a programas de pós-graduação da UFPA e de outras instituições do Brasil e do exterior. O PACI oferece recursos para a realização de reuniões com grupos de pesquisa externos, que visem a elaboração de propostas a serem submetidas a agências de fomento que estejam disponibilizando financiamento para a pesquisa.

Sobre o Palestrante - José Augusto Brito Pacheco é graduado em História, mestre em Ciências da Educação, e doutor em Ciências da Educação, especialidade de Desenvolvimento Curricular, pela Universidade do Minho. Atualmente, concilia a docência e a pesquisa, sendo professor catedrático do Departamento de Estudos Curriculares e Tecnologia Educativa e pesquisador do Centro de Investigação em Educação (CIEd) na Universidade do Minho (Braga-Portugal), além de ser Diretor do Programa de Ciências da Educação da mesma universidade.

Ele foi presidente da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação, membro do Conselho Nacional de Educação e editor da Revista de Estudos Curriculares, sendo diretor da revista European Journal of Curriculum Studies e Presidente da European Association on Curriculum Studies. Sua área de atuação acadêmico-científica é em Estudos Curriculares, Avaliação, Formação de Professores, Avaliação e Desenvolvimento Profissional.

Serviço:

Palestra “Estudos curriculares, linguagens e saberes: a escola como produtora de diferenças e identidades”

Data: 03 de dezembro de 2019

Horário: às 15 horas

Local: auditório central do campus universitário de Abaetetuba.

Texto e arte: Divulgação prointer

II ENCUENTRO CULTURAL LATINOAMERICANO

JOSÉ MARTÍ – ECLA

Com o tema "O espanhol em Abaetetuba: ponte para a integração na América Latina", começou, segunda-feira, dia 02 e vai até quarta-feira, dia 4 desta semana, a II ECLA, Encontro Cultural Latino-Americano José Martí, organizado pelo Curso de Língua Espanhola do FACL.

Nesta ocasião, além das palestras dos alunos, haverá a apresentação da professora Dra. Gracineia Araújo, do Campus de Castanhal, que apresentará sua apresentação inaugural intitulada “Espanhol: um idioma multicolorido”. O professor viajará com um grupo de estudantes de espanhol desse campus.

Também para esta ocasião, é crucial que o Curso promova e conscientize sobre a necessidade de integrar os cursos de espanhol da UFPA. Acreditamos que é a única maneira de unir forças e estabelecer contatos intercampus que beneficiarão os alunos.

No final do evento, haverá  uma significativa atividade cultural, artística e musical para comemorar os 10 anos do Curso no campus de Abaetetuba.

TODOS SÃO CONVIDADOS!

Dias: 2, 3 e 4

O dia Todo

Local: Campus quadra poliesportiva

 

 

A Divisão de Pesquisa e Pós-Graduação (DPPG) informa que de acordo com oficio circular 001/2019 - DPPG, os docentes interessados em submeter projetos de pesquisa não financiados objetivando alocação de carga horária, tem até o dia 11 de dezembro para encaminhar seu projeto de acordo com as orientações do Oficio Circular.

Mais informações nos anexos:

Ofício circular 01-2019

Resolução atualizada DPPG 2015

A coordenadora geral do Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba, professora Ana Áurea Maia, convida a comunidade acadêmica para uma reunião, na próxima segunda-feira, dia 03 de dezembro, às 09 horas, no auditório Cabanagem, para tratar sobre propostas de editais para a escolha do reitor da UFPA para o próximo quadriênio. A participação de todos é de extrema importância. 

O Estudante do Programa de Mestrado Profissional em Matemática (PROFMAT), do Campus de Abaetetuba e professor da rede estadual de educação, Paulo Petterson Lima, recebeu na última sexta-feira, dia 22 de novembro, o prêmio Pan-Amazônico de Excelência Educacional – 2019, na categoria ensino médio. A cerimônia de outorga do prêmio ocorreu no auditório do Sabin, na cidade de Manaus – AM.

O evento premiou cinco professores, sendo um do Pará e quatro do estado do Amazonas. O professor Paulo Petterson Lima, concorreu na categoria ensino médio pelo trabalho: “Laboratório de Educação Matemática (LEMAC)”, da Escola Dom Calabria- Marituba -PA.

“Esse projeto é fruto das experiências vivenciadas dentro da escola Dom Calabria, em Marituba, com metodologias ativas dentro do laboratório buscando ações que promovam o ensino-aprendizagem de maneira diferenciada. É um caminho que nós, desde 2016, buscamos, para dar um significado diferenciado para a matemática, dentro do nosso ambiente escolar, então a gente busca junto com o Laboratório de Matemática, inserir o aluno nesse processo de aprendizagem, fazer com eles se sintam mais ativos e tudo isso é muito gratificante para nós professores, principalmente porque tem muitas notícias negativas do bairro São Francisco, que é onde a escola está inserida, e de repente o bairro vai ser notícia novamente, mas de uma forma positiva”, afirmou o professor Paulo Petterson Lima.

Prêmio
Os professores vencedores receberam como premiação: troféu, diploma, mil reais, e bolsa de estudo para curso de mestrado na Universidade de La Rioja, na Espanha. Paulo  também defendeu sua dissertação de mestrado, na UFPA, no dia 08 de novembro, com o tema: “Análise da Capacidade Metacognitiva dos Alunos, Através do Emprego da Metodologia da Problematização na Perspectiva do LEMAC em uma Escola de Marituba”.

“Agradeço a Deus, por proporcionar este momento na minha vida profissional. É muito bom estar entre os candidatos com melhores práticas de ensino da região Amazônica, isso mostra meus familiares em especial meu pai, Pedro Paulo, sempre esteve certo quando me incentiva a estudar. Tenho muito a agradecer também aos meus professores, às empresas patrocinadoras, às empresas associadas à Pan-Amazônica e aos dirigentes da Associação Pan-Amazônica", declarou o professor Petterson Paulo Lima.

Texto: Giovane Silva – Assessoria de Comunicação do Campus UFPA de Abaetetuba
Fotos: Divulgação

O Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba, promoveu na última quarta-feira, dia 20 de novembro, o II Fórum dos estudantes de Engenharia de Produção. Evento ocorreu no auditório Central. A mesa de abertura contou a participação da coordenadora geral do Campus; professora Ana Áurea, do vice-diretor da Faculdade de Engenharia Industrial, professor Ednelson Costa, da representante do corpo docente; professor Harllen Lopes e da discente do curso de Engenharia de Produção, Valéria Andrade.

O Fórum também promoveu debates sobre: A produção do livro didático na Amazônia, Políticas educacionais e participação: a organização do ensino no município de Abaetetuba/PA e as vozes da comunidade, Desenvolvimento de Sensor 3D nanoestruturado baseado em polímero-nanotubos de carbono, Desenvolvimento rural, impactos socioambientais, entre outros assuntos que foram discutidos por alunos e profissionais da área.

O Campus Universitário da UFPA de Abaetetuba por meio do Processo Seletivo (PS), para professor substituto, edital 423, publicou no dia 22 de novembro, o cronograma de atividades do certame.

Confira através do link:

Edital N° 423-2019 PSS Professor Substituto
Cronograma

 

O Campus Universitário da UFPA - Abaetetuba está promovendo o I Circuito Vidas Negras e Direitos Humanos. A programação começou hoje, com a exposição "África: Olhares Curiosos". E contou com a participação do professor, Dr. Hilton Silva. O evento segue até o dia 12 de dezembro e terá uma série de atividades como oficinas, cinemas, Sarau, culturais e muito mais.

Acesse a programação completa no link:

Programação - I Circuito Vidas Negras e Direitos Humanos

Campus de Abaetetuba lança chamada de monitoria para o I circuito Vidas Negras e Direitos Humanos

Entendendo a importância da Mestra Nina Abreu para a Cultura e visando apoiar a iniciativa da sua filha Rita Abreu, A Universidade Federal do Pará, Campus Universitário do Baixo Tocantins, vai promover em parceria com o I Circuito Vidas Negras e Direitos Humanos, no período de 20/11 a 19/12/2019, a exposição: “Eternamente Nina Abreu”.
Local: Museu do Tocantins – Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba.

História de Nina Abreu

Em 11/09/1935, nascia um ser de luz. Seus pais Raimundo e Joana Abreu a batizaram de NINA MARY ABREU DA SILVA. Um nome com poucas letras e sílabas, mas que expressavam a grande mulher que ela foi e continuará sendo para aqueles que amam a arte e a cultura. Uma mulher à frente de seu tempo, enfrentou uma separação em plena década de 1960, de cabeça erguida e construiu uma linda história de amor à vida, a arte, a cultura e ao artesanato.

Para sustentar seus três filhos biológicos e mais cinco que o coração escolheu, trabalhou como vendedora de mingau onde iniciou sua trajetória na cadeia produtiva do miriti. Um dos mingaus mais requisitados era o de miriti.A herança de amor pela cultura, herdada de seus pais a estimulou a produzir inúmeros cordões: o Boi Mimoso, a Patativa, a Arara Encantada, a Borboleta, dentre outros. Por seu trabalho, recebeu o título de Rainha do Folclore Abaetetubense.

Na década de 1980, fundou o Centro Cultural e Artesanal Nina Abreu, um espaço que abrigou muitas atividades artísticas, culturais e educacionais, dentre elas o Forró do Banho de Cheiro.

Nina Abreu foi uma pessoa tão abençoada que Deus escolheu o Dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, para que fizesse sua passagem para outro plano, porque pessoas como ela não morrem.

Sua filha Rita Abreu, assumiu em 2018, junto ao Ministério da Cultura ao ser contemplada através do Prêmio Cultural, Edição Selma do Coco, na Categoria Herdeiros de Mestres In Memoriam, em desenvolver um trabalho de preservação da memória da sua memória.

Entendendo a importância da Mestra Nina Abreu para a Cultura e visando apoiar a iniciativa da sua filha Rita Abreu, A Universidade Federal do Pará, Campos Universitário do Baixo Tocantins, estará realizando no período de 20/11 a 19/12/2019 a exposição ETERNAMENTE NINA ABREU.

O Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba, realizou na última quinta-feira, dia 14 de novembro, a I Jornada de Extensão de Matemática, na Escola Estadual Bernadino Pereira de Barros. O evento foi coordenado pela professora, Draª Suellen Arruda e executado pelos discentes do curso de Matemática (Turma 2019).  Os universitários realizaram uma série de trabalhos como: “Jogos Matemáticos para o Ensino de Plano Cartesiano”, “Ensinando Triângulos e Circunferência para Deficientes Visuais”, “Polígonos em Dobraduras”, entre outros temas.

A I Jornada de extensão contou com a participação de 350 alunos da Escola Bernadino.“É Muito bom, quando a UFPA traz o que está sendo produzido lá e aplica a prática nas escolas. Eles conseguiram dinamizar o estudo em matemática por meio do lúdico. E o resultado foi bom, nossos alunos gostaram do que viram aqui”, afirmou o diretor da escola, professor Luiz Félix. 

A professora Suellen Arruda, explicou sobre um dos objetivos da Jornada de Extensão de Matemática: “O curso de matemática teve seu Projeto Pedagógico de Curso (PPC) reformulado, conforme  resolução de 2017, então nós temos agora a obrigatoriedade dos 10% da carga horária do curso ser destinado a extensão, portanto a ideia é que a gente possa fazer projetos, para a comunidade em geral, levando a universidade para esses locais e apresentando o que é feito na universidade, pelos nossos alunos”, declarou a professora.


Inclusão

Um dos trabalhos apresentados na jornada tinha como objetivo levar ao deficiente visual um desenvolvimento na área de matemática, especificamente geometria plana, refletindo sobre possibilidades de alterar os modos de pensar, ensinar e aprender de professores e alunos com deficiência. Um dos componentes dessa equipe de trabalho foi o Jeison Carlos, que é deficiente visual. “Tentamos adaptar esses objetos utilizados aqui, para que os alunos pudessem perceber as dificuldades que os deficientes visuais têm em estudar esses assuntos”, declarou o discente.

A estudante Graziella Vilaça fazia parte de uma equipe que trabalhou o tema: “Mulheres na Matemática”. A discente explicou, que, o objetivo foi: “Apresentar modelos inspiradores de mulheres que fizeram grandes contribuições na área de matemática, como  física, química, engenharia. Então, trouxemos essa tenda com fotografias, biografias, documentários de mulheres, para que pudéssemos estimular as alunas a estudarem matemática ou áreas afins”, disse Gabriela.

A estudante do 9º da escola Bernadino, Valéria Matos, visitou o trabalho com o tema: “Noções Primitivas e Figuras Geométricas - Utilizando o Campo de Futebol. “Foi muito interessante a forma como eles ensinaram o assunto, nunca pensei que a gente podia aprender matemática através do futebol”, afirmou a estudante.De acordo com a professora Suellen Arruda, a Jornada de Extensão de Matemática trouxe benefícios para os discentes do curso. “O primeiro ponto a ser analisado sobre o evento são os nossos alunos da universidade. Eles estão no segundo semestre, e estão tendo o primeiro contato com o público-alvo, que são os estudantes do ensino fundamental e médio. Eles tiveram a prática docente e criaram estratégias de ensino para melhorar o processo de aprendizagem dos alunos em relação à matemática”, afirmou a docente. 


Texto e Fotos: Giovane Silva - Assessoria de Comunicação do Campus Universitário da UFPA - Abaetetuba

A comissão organizadora do I Circuito Vidas Negras e Direitos Humanos, no uso de suas atribuições legais, torna pública o resultado final para a seleção de monitoria VOLUNTÁRIA NÃO REMUNERADA, conforme quadro a seguir.

Mais informações no link abaixo:

RESULTADO FINAL DA SELEÇÃO DE MONITORIA NÃO REMUNERADA

O Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba promoveu no dia 11 de novembro, por meio da turma de Serviço Social - 2017, o I Seminário de Políticas Públicas e Direitos Sociais do Baixo Tocantins. Evento ocorreu no auditório central da UFPA e contou com a presença de discentes, profissionais da educação e assistentes sociais. “Políticas Públicas, Grandes Projetos e os Desafios de Garantir os Direitos Sociais no Baixo Tocantins”, esse foi o tema principal do Seminário que abordou também assuntos como: Política de Assistência Social, Habitação, Educação e Saúde.

A mesa de abertura do evento contou com a participação da coordenadora geral do Campus UFPA- Abaetetuba; professora Ana Áurea, do vereador Ademir Azevedo, da professora da faculdade de Serviço Social; Nádia  Fialho,  da representante do Conselho Regional de Serviço Social (CRESS) - 1º Região NUCRESS Baixo Tocantins; Margareth Padinha, da representante do Centro Acadêmico de Serviço Social, Kallynda Vitória e do discente do curso de Serviço Social; José Edielson.

Evento terminou com entrega de certificados e sorteio de livros.

Texto: Giovane Silva – Assessoria de Comunicação do Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba.

A I Jornada de Extensão do Curso de Matemática do Campus Universitário da UFPA - Abaetetuba, consiste na apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelos discentes do Curso de Matemática da Turma de 2019, durante a disciplina "Ação de Extensão em Matemática Básica I", ministrada pela Profª Drª Suellen Cristina Queiroz Arruda. A disciplina integra a grade curricular do Projeto Pedagógico do Curso (PPC), cujo objetivo é desenvolver atividades de extensão envolvendo as disciplinas Conjuntos e Funções, Geometria Plana e Trigonometria e Números Complexos.
Mais informações nos arquivos abaixo:

CARTAZ

FOLDER - FRENTE

FOLDER - COSTA

 

 
 
O Campus Universitário da UFPA - Abaetetuba lançou a chamada de abertura para a seleção de monitoria voluntária não-remunerada, para o I Circuito Vidas Negras e Direitos Humanos. O evento deve ser realizado de 19 de novembro ao dia 12 de dezembro, no Campus Universitário de Abaetetuba. 
 
O objetivo da chamada é  selecionar monitores/as para se engajarem nas atividades do evento.
 
Mais informações no edital e na ficha de inscrição.
 
 
 
 

A Coordenadora do Campus Universitário de Abaetetuba/UFPA, no uso de suas atribuições, torna público, pelo presente Edital, que se encontram abertas as inscrições para BOLSISTA/PROAD.

 

Clique aqui para baixar o EDITAL.

Clique aqui para baixar o FORMULÁRIO.

 

          Comunicamos aos interessados em trabalhar na Fiscalização do Processo Seletivo Especial - PSE 2020-3 (Licenciatura em Educação do Campo), a ocorrer no dia 27/10/2019 (Domingo) das 14:00hs às 18:00hs, que as inscrições para o sorteio de vagas (quantidade a ser definida) estarão abertas a partir das 10:00hs de hoje dia 22/10/2019 até às 15:00hs do dia 23/10/2019, na Sala da Divisão de Assistência Estudantil - DAE (Espaço Toca Tocantins). Informamos que cada interessado deverá ser discente do Campus e poderá se inscrever uma única vez. O sorteio ocorrerá no dia 23/10/2019 às 16:30hs de forma presencial e por isso convidamos a todos que compareçam para acompanhar tal sorteio.

           Lembramos aos interessados que no ato da inscrição deverão informar os seguintes documentos: RG, CPF, PIS (obrigatório), BANCO, AGENCIA e CONTA CORRENTE, além do número de matrícula.

 

Coordenação do Processo                                 

 

          
 
II ENCONTRO ARTÍSTICO&CULTURAL LATINO-AMERICANO JOSÉ MARTÍ – ECLA


El Español en Abaetetuba: puente para la integración en América-Latina


O espanhol e a cultura que a língua transmite são aprendidos e fortalecidos através do contato e do uso habitual entre os falantes. Os alunos do Curso de Língua Espanhola do campus de Abaetetuba da UFPA não possuem espaços adequados para estimular e aprimorar o que aprendem nas aulas teóricas. Por isso é necessário criar instâncias de diálogos para desenvolver essas habilidades linguísticas e culturais. Razão pela qual pensamos em dar continuidade ao nosso projeto de extensão, que está intimamente ligado às atividades de ensino-aprendizagem.

Neste sentido, o Curso está organizando o II ENCONTRO CULTURAL LATINO-AMERICANO JOSÉ MARTÍ (II ECLA-JM) com o tema O espanhol em Abaetetuba: ponte para a integração da América-Latina. Em 2018 realizamos o primeiro ECLA, foi um evento somente para estudantes do campus. Porém este ano e os outros seguintes, planejamos convidar a outras instâncias educativas vizinhas. A ideia de fundo é discutir sobre a arte e a cultura latino-americana e todos os problemas que daí podem surgir.

Este II ECLA-JM intenta integrar a estudantes de espanhol deste e de outros campus da UFPA (Belém e Castanhal) a fim de que os alunos e pesquisadores apresentem seus trabalhos e discutam temáticas sobre literatura, língua e didática do espanhol centrado espacialmente na ideia de integração regional em e desde o interior do Pará, e que sirva como ponte para um diálogo da complexa realidade da América Latina. O evento, ademais de dar visibilidade ao estudo do espanhol na UFPA, intenta trocar experiências que fortaleçam o processo formativo deste curso e permita geral um discurso único sobre o difícil processo que vivem hoje os estudantes de espanhol de nossa Universidade.


Prof. Dr. Marco Chandía Araya
Faculdade da Ciências da Linguagens
Letras-Língua espanhola

 

Para maiores informações clique no Edital

 

 

CONVITE
 PROJETO DE EXTENSÃO
CLUBE DE LEITURA
COORDENADOR: PROF. DR. BENILTON L CRUZ
CONVIDA PARA DEBATER O CONTO
“UM CORAÇÃO ARDENTE” DE LYGIA FAGUNDES TELLES
DATA: 03/10/2019
LOCAL: AUDITÓRIO CABANAGEM
DO CAMPUS DE ABAETETUBA
HORÁRIO: 14:30 h
INTERESSADOS: GRADUANDOS DE LETRAS, PEDAGOGIA, PÚBLICO EM GERAL

 

Resumo do projeto:

 O Clube de Leitura visa montar uma equipe de futuros “professores de leitura, incentivados a encarar novos desafios a alternativas de incentivo à leitura nas escolas, e acima de tudo pôr em prática a leitura regular de obras literárias. Essa equipe vai se chamar simplesmente Clube de Leitura, sob a coordenação do autor deste projeto, cuja aplicabilidade de experiências diversas de estímulo à leitura será a tônica principal do projeto.

Ler é uma arte” (Goethe)

 

Ler é ser lido pelo o que se lê” (G. Steiner)

 

 

 

 

 

Esse é o nosso IV sarau de quinta
É com muito prazer que convidamos a todas(o) . Confere aí o que vai rolar !

Local: Praça Da Bandeira
Início: 17:00 Hrs

Oficinas
Troca de livros por alimentos ou outros livros
Música
Exposicão regional
Doação de mudas
E muito mais

E não deixando de valorizar a cultura abaetetubense iremos homenagear uma grande figura de nossa cidade
Nossa querida NINA ABREU
Esperamos por vcs

 

 

 

Participação de discentes em evento internacional mostra a importância da produção científica do baixo Tocantins

             Os discentes e docentes do curso de Tecnologia em Agroecologia da Universidade Federal do Pará, campus de Abaetetuba foram destaque, na última semana, em dois importantes eventos técnico-científicos em âmbito internacional. O XII Seminário Internacional de Desenvolvimento Rural, Cooperativismo e Economia Solidária & III Feira de Ciências, Tecnologia e Inovação Social (SICOOPES), foram realizados no período de 27 a 30 de agosto de  2019, na cidade de Castanhal-PA, sendo organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural e Gestão de Empreendimentos Agroalimentares (PPDRGEA) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará em cooperação internacional com a Universidad de Alicante (Espanha) e Le Mans Université (França). Tais eventos tiveram como objetivo promover o intercâmbio entre professores, pesquisadores, estudantes da educação básica, tecnológica, profissional, graduação, pós-graduação e produtores rurais associados aos empreendimentos econômicos e solidários rurais, a fim de potencializar a construção e disseminação de conhecimentos sobre os saberes e práticas relacionadas ao desenvolvimento rural sustentável, cooperativismo e economia solidária nos territórios rurais do Brasil, Espanha e França. Durante o evento os discentes do curso, expuseram artigos científicos elaborados sob a orientação da professora Mayane Barbosa, que foram apresentados nos diferentes eixos temáticos nas categorias oral e pôster. Obtiveram dessa forma o reconhecimento em forma de premiação os seguintes trabalhos: 1º lugar no eixo temático Cooperativismo, Economia Solidária e Gestão de Empreendimentos, categoria pôster, o trabalho intitulado: Economia Solidária em Um Grupo de Mulheres Extrativistas, Ilha Tabatinga, Abaetetuba, Pará. E 3º lugar no eixo temático: Desenvolvimento Rural  Sustentável, Dinâmicas Territoriais e Conhecimentos Tradicionais, categoria oral com o trabalho nomeado: Desenvolvimento Rural e os Impactos socioambientais: Um estudo de caso na comunidade Curuperé-Grande, Abaetetuba, Pará, Brasil. Os resultados, além de demonstrar a qualidade na formação dos discentes, evidencia o comprometimento dos docentes em incentivar, orientar e produzir pesquisas que contribuem para a compreensão e melhoria das relações e processos próprios das dinâmicas territoriais, cooperativistas e econômicas solidárias na Amazônia Tocantina.

 

 

Pagina 1 de 4
Fim do conteúdo da página