Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais notícais
Início do conteúdo da página

O Campus Universitário da UFPA - Abaetetuba está promovendo o I Circuito Vidas Negras e Direitos Humanos. A programação começou hoje, com a exposição "África: Olhares Curiosos". E contou com a participação do professor, Dr. Hilton Silva. O evento segue até o dia 12 de dezembro e terá uma série de atividades como oficinas, cinemas, Sarau, culturais e muito mais.

Acesse a programação completa no link:

Programação - I Circuito Vidas Negras e Direitos Humanos

Campus de Abaetetuba lança chamada de monitoria para o I circuito Vidas Negras e Direitos Humanos

Entendendo a importância da Mestra Nina Abreu para a Cultura e visando apoiar a iniciativa da sua filha Rita Abreu, A Universidade Federal do Pará, Campus Universitário do Baixo Tocantins, vai promover em parceria com o I Circuito Vidas Negras e Direitos Humanos, no período de 20/11 a 19/12/2019, a exposição: “Eternamente Nina Abreu”.
Local: Museu do Tocantins – Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba.

História de Nina Abreu

Em 11/09/1935, nascia um ser de luz. Seus pais Raimundo e Joana Abreu a batizaram de NINA MARY ABREU DA SILVA. Um nome com poucas letras e sílabas, mas que expressavam a grande mulher que ela foi e continuará sendo para aqueles que amam a arte e a cultura. Uma mulher à frente de seu tempo, enfrentou uma separação em plena década de 1960, de cabeça erguida e construiu uma linda história de amor à vida, a arte, a cultura e ao artesanato.

Para sustentar seus três filhos biológicos e mais cinco que o coração escolheu, trabalhou como vendedora de mingau onde iniciou sua trajetória na cadeia produtiva do miriti. Um dos mingaus mais requisitados era o de miriti.A herança de amor pela cultura, herdada de seus pais a estimulou a produzir inúmeros cordões: o Boi Mimoso, a Patativa, a Arara Encantada, a Borboleta, dentre outros. Por seu trabalho, recebeu o título de Rainha do Folclore Abaetetubense.

Na década de 1980, fundou o Centro Cultural e Artesanal Nina Abreu, um espaço que abrigou muitas atividades artísticas, culturais e educacionais, dentre elas o Forró do Banho de Cheiro.

Nina Abreu foi uma pessoa tão abençoada que Deus escolheu o Dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, para que fizesse sua passagem para outro plano, porque pessoas como ela não morrem.

Sua filha Rita Abreu, assumiu em 2018, junto ao Ministério da Cultura ao ser contemplada através do Prêmio Cultural, Edição Selma do Coco, na Categoria Herdeiros de Mestres In Memoriam, em desenvolver um trabalho de preservação da memória da sua memória.

Entendendo a importância da Mestra Nina Abreu para a Cultura e visando apoiar a iniciativa da sua filha Rita Abreu, A Universidade Federal do Pará, Campos Universitário do Baixo Tocantins, estará realizando no período de 20/11 a 19/12/2019 a exposição ETERNAMENTE NINA ABREU.

O Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba, realizou na última quinta-feira, dia 14 de novembro, a I Jornada de Extensão de Matemática, na Escola Estadual Bernadino Pereira de Barros. O evento foi coordenado pela professora, Draª Suellen Arruda e executado pelos discentes do curso de Matemática (Turma 2019).  Os universitários realizaram uma série de trabalhos como: “Jogos Matemáticos para o Ensino de Plano Cartesiano”, “Ensinando Triângulos e Circunferência para Deficientes Visuais”, “Polígonos em Dobraduras”, entre outros temas.

A I Jornada de extensão contou com a participação de 350 alunos da Escola Bernadino.“É Muito bom, quando a UFPA traz o que está sendo produzido lá e aplica a prática nas escolas. Eles conseguiram dinamizar o estudo em matemática por meio do lúdico. E o resultado foi bom, nossos alunos gostaram do que viram aqui”, afirmou o diretor da escola, professor Luiz Félix. 

A professora Suellen Arruda, explicou sobre um dos objetivos da Jornada de Extensão de Matemática: “O curso de matemática teve seu Projeto Pedagógico de Curso (PPC) reformulado, conforme  resolução de 2017, então nós temos agora a obrigatoriedade dos 10% da carga horária do curso ser destinado a extensão, portanto a ideia é que a gente possa fazer projetos, para a comunidade em geral, levando a universidade para esses locais e apresentando o que é feito na universidade, pelos nossos alunos”, declarou a professora.


Inclusão

Um dos trabalhos apresentados na jornada tinha como objetivo levar ao deficiente visual um desenvolvimento na área de matemática, especificamente geometria plana, refletindo sobre possibilidades de alterar os modos de pensar, ensinar e aprender de professores e alunos com deficiência. Um dos componentes dessa equipe de trabalho foi o Jeison Carlos, que é deficiente visual. “Tentamos adaptar esses objetos utilizados aqui, para que os alunos pudessem perceber as dificuldades que os deficientes visuais têm em estudar esses assuntos”, declarou o discente.

A estudante Graziella Vilaça fazia parte de uma equipe que trabalhou o tema: “Mulheres na Matemática”. A discente explicou, que, o objetivo foi: “Apresentar modelos inspiradores de mulheres que fizeram grandes contribuições na área de matemática, como  física, química, engenharia. Então, trouxemos essa tenda com fotografias, biografias, documentários de mulheres, para que pudéssemos estimular as alunas a estudarem matemática ou áreas afins”, disse Gabriela.

A estudante do 9º da escola Bernadino, Valéria Matos, visitou o trabalho com o tema: “Noções Primitivas e Figuras Geométricas - Utilizando o Campo de Futebol. “Foi muito interessante a forma como eles ensinaram o assunto, nunca pensei que a gente podia aprender matemática através do futebol”, afirmou a estudante.De acordo com a professora Suellen Arruda, a Jornada de Extensão de Matemática trouxe benefícios para os discentes do curso. “O primeiro ponto a ser analisado sobre o evento são os nossos alunos da universidade. Eles estão no segundo semestre, e estão tendo o primeiro contato com o público-alvo, que são os estudantes do ensino fundamental e médio. Eles tiveram a prática docente e criaram estratégias de ensino para melhorar o processo de aprendizagem dos alunos em relação à matemática”, afirmou a docente. 


Texto e Fotos: Giovane Silva - Assessoria de Comunicação do Campus Universitário da UFPA - Abaetetuba

A comissão organizadora do I Circuito Vidas Negras e Direitos Humanos, no uso de suas atribuições legais, torna pública o resultado final para a seleção de monitoria VOLUNTÁRIA NÃO REMUNERADA, conforme quadro a seguir.

Mais informações no link abaixo:

RESULTADO FINAL DA SELEÇÃO DE MONITORIA NÃO REMUNERADA

O Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba promoveu no dia 11 de novembro, por meio da turma de Serviço Social - 2017, o I Seminário de Políticas Públicas e Direitos Sociais do Baixo Tocantins. Evento ocorreu no auditório central da UFPA e contou com a presença de discentes, profissionais da educação e assistentes sociais. “Políticas Públicas, Grandes Projetos e os Desafios de Garantir os Direitos Sociais no Baixo Tocantins”, esse foi o tema principal do Seminário que abordou também assuntos como: Política de Assistência Social, Habitação, Educação e Saúde.

A mesa de abertura do evento contou com a participação da coordenadora geral do Campus UFPA- Abaetetuba; professora Ana Áurea, do vereador Ademir Azevedo, da professora da faculdade de Serviço Social; Nádia  Fialho,  da representante do Conselho Regional de Serviço Social (CRESS) - 1º Região NUCRESS Baixo Tocantins; Margareth Padinha, da representante do Centro Acadêmico de Serviço Social, Kallynda Vitória e do discente do curso de Serviço Social; José Edielson.

Evento terminou com entrega de certificados e sorteio de livros.

Texto: Giovane Silva – Assessoria de Comunicação do Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba.

A I Jornada de Extensão do Curso de Matemática do Campus Universitário da UFPA - Abaetetuba, consiste na apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelos discentes do Curso de Matemática da Turma de 2019, durante a disciplina "Ação de Extensão em Matemática Básica I", ministrada pela Profª Drª Suellen Cristina Queiroz Arruda. A disciplina integra a grade curricular do Projeto Pedagógico do Curso (PPC), cujo objetivo é desenvolver atividades de extensão envolvendo as disciplinas Conjuntos e Funções, Geometria Plana e Trigonometria e Números Complexos.
Mais informações nos arquivos abaixo:

CARTAZ

FOLDER - FRENTE

FOLDER - COSTA

 

 
 
O Campus Universitário da UFPA - Abaetetuba lançou a chamada de abertura para a seleção de monitoria voluntária não-remunerada, para o I Circuito Vidas Negras e Direitos Humanos. O evento deve ser realizado de 19 de novembro ao dia 12 de dezembro, no Campus Universitário de Abaetetuba. 
 
O objetivo da chamada é  selecionar monitores/as para se engajarem nas atividades do evento.
 
Mais informações no edital e na ficha de inscrição.
 
 
 
 

A Coordenadora do Campus Universitário de Abaetetuba/UFPA, no uso de suas atribuições, torna público, pelo presente Edital, que se encontram abertas as inscrições para BOLSISTA/PROAD.

 

Clique aqui para baixar o EDITAL.

Clique aqui para baixar o FORMULÁRIO.

 

          Comunicamos aos interessados em trabalhar na Fiscalização do Processo Seletivo Especial - PSE 2020-3 (Licenciatura em Educação do Campo), a ocorrer no dia 27/10/2019 (Domingo) das 14:00hs às 18:00hs, que as inscrições para o sorteio de vagas (quantidade a ser definida) estarão abertas a partir das 10:00hs de hoje dia 22/10/2019 até às 15:00hs do dia 23/10/2019, na Sala da Divisão de Assistência Estudantil - DAE (Espaço Toca Tocantins). Informamos que cada interessado deverá ser discente do Campus e poderá se inscrever uma única vez. O sorteio ocorrerá no dia 23/10/2019 às 16:30hs de forma presencial e por isso convidamos a todos que compareçam para acompanhar tal sorteio.

           Lembramos aos interessados que no ato da inscrição deverão informar os seguintes documentos: RG, CPF, PIS (obrigatório), BANCO, AGENCIA e CONTA CORRENTE, além do número de matrícula.

 

Coordenação do Processo                                 

 

          
 
II ENCONTRO ARTÍSTICO&CULTURAL LATINO-AMERICANO JOSÉ MARTÍ – ECLA


El Español en Abaetetuba: puente para la integración en América-Latina


O espanhol e a cultura que a língua transmite são aprendidos e fortalecidos através do contato e do uso habitual entre os falantes. Os alunos do Curso de Língua Espanhola do campus de Abaetetuba da UFPA não possuem espaços adequados para estimular e aprimorar o que aprendem nas aulas teóricas. Por isso é necessário criar instâncias de diálogos para desenvolver essas habilidades linguísticas e culturais. Razão pela qual pensamos em dar continuidade ao nosso projeto de extensão, que está intimamente ligado às atividades de ensino-aprendizagem.

Neste sentido, o Curso está organizando o II ENCONTRO CULTURAL LATINO-AMERICANO JOSÉ MARTÍ (II ECLA-JM) com o tema O espanhol em Abaetetuba: ponte para a integração da América-Latina. Em 2018 realizamos o primeiro ECLA, foi um evento somente para estudantes do campus. Porém este ano e os outros seguintes, planejamos convidar a outras instâncias educativas vizinhas. A ideia de fundo é discutir sobre a arte e a cultura latino-americana e todos os problemas que daí podem surgir.

Este II ECLA-JM intenta integrar a estudantes de espanhol deste e de outros campus da UFPA (Belém e Castanhal) a fim de que os alunos e pesquisadores apresentem seus trabalhos e discutam temáticas sobre literatura, língua e didática do espanhol centrado espacialmente na ideia de integração regional em e desde o interior do Pará, e que sirva como ponte para um diálogo da complexa realidade da América Latina. O evento, ademais de dar visibilidade ao estudo do espanhol na UFPA, intenta trocar experiências que fortaleçam o processo formativo deste curso e permita geral um discurso único sobre o difícil processo que vivem hoje os estudantes de espanhol de nossa Universidade.


Prof. Dr. Marco Chandía Araya
Faculdade da Ciências da Linguagens
Letras-Língua espanhola

 

Para maiores informações clique no Edital

 

 

CONVITE
 PROJETO DE EXTENSÃO
CLUBE DE LEITURA
COORDENADOR: PROF. DR. BENILTON L CRUZ
CONVIDA PARA DEBATER O CONTO
“UM CORAÇÃO ARDENTE” DE LYGIA FAGUNDES TELLES
DATA: 03/10/2019
LOCAL: AUDITÓRIO CABANAGEM
DO CAMPUS DE ABAETETUBA
HORÁRIO: 14:30 h
INTERESSADOS: GRADUANDOS DE LETRAS, PEDAGOGIA, PÚBLICO EM GERAL

 

Resumo do projeto:

 O Clube de Leitura visa montar uma equipe de futuros “professores de leitura, incentivados a encarar novos desafios a alternativas de incentivo à leitura nas escolas, e acima de tudo pôr em prática a leitura regular de obras literárias. Essa equipe vai se chamar simplesmente Clube de Leitura, sob a coordenação do autor deste projeto, cuja aplicabilidade de experiências diversas de estímulo à leitura será a tônica principal do projeto.

Ler é uma arte” (Goethe)

 

Ler é ser lido pelo o que se lê” (G. Steiner)

 

 

 

 

 

Esse é o nosso IV sarau de quinta
É com muito prazer que convidamos a todas(o) . Confere aí o que vai rolar !

Local: Praça Da Bandeira
Início: 17:00 Hrs

Oficinas
Troca de livros por alimentos ou outros livros
Música
Exposicão regional
Doação de mudas
E muito mais

E não deixando de valorizar a cultura abaetetubense iremos homenagear uma grande figura de nossa cidade
Nossa querida NINA ABREU
Esperamos por vcs

 

 

 

Participação de discentes em evento internacional mostra a importância da produção científica do baixo Tocantins

             Os discentes e docentes do curso de Tecnologia em Agroecologia da Universidade Federal do Pará, campus de Abaetetuba foram destaque, na última semana, em dois importantes eventos técnico-científicos em âmbito internacional. O XII Seminário Internacional de Desenvolvimento Rural, Cooperativismo e Economia Solidária & III Feira de Ciências, Tecnologia e Inovação Social (SICOOPES), foram realizados no período de 27 a 30 de agosto de  2019, na cidade de Castanhal-PA, sendo organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural e Gestão de Empreendimentos Agroalimentares (PPDRGEA) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará em cooperação internacional com a Universidad de Alicante (Espanha) e Le Mans Université (França). Tais eventos tiveram como objetivo promover o intercâmbio entre professores, pesquisadores, estudantes da educação básica, tecnológica, profissional, graduação, pós-graduação e produtores rurais associados aos empreendimentos econômicos e solidários rurais, a fim de potencializar a construção e disseminação de conhecimentos sobre os saberes e práticas relacionadas ao desenvolvimento rural sustentável, cooperativismo e economia solidária nos territórios rurais do Brasil, Espanha e França. Durante o evento os discentes do curso, expuseram artigos científicos elaborados sob a orientação da professora Mayane Barbosa, que foram apresentados nos diferentes eixos temáticos nas categorias oral e pôster. Obtiveram dessa forma o reconhecimento em forma de premiação os seguintes trabalhos: 1º lugar no eixo temático Cooperativismo, Economia Solidária e Gestão de Empreendimentos, categoria pôster, o trabalho intitulado: Economia Solidária em Um Grupo de Mulheres Extrativistas, Ilha Tabatinga, Abaetetuba, Pará. E 3º lugar no eixo temático: Desenvolvimento Rural  Sustentável, Dinâmicas Territoriais e Conhecimentos Tradicionais, categoria oral com o trabalho nomeado: Desenvolvimento Rural e os Impactos socioambientais: Um estudo de caso na comunidade Curuperé-Grande, Abaetetuba, Pará, Brasil. Os resultados, além de demonstrar a qualidade na formação dos discentes, evidencia o comprometimento dos docentes em incentivar, orientar e produzir pesquisas que contribuem para a compreensão e melhoria das relações e processos próprios das dinâmicas territoriais, cooperativistas e econômicas solidárias na Amazônia Tocantina.

 

 

II SEMINÁRIO DE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO, que trás como tema: Acessibilidade e Educação especial na perspectiva inclusiva: Trajetórias, desafios e possibilidades, que vai acontecer nos dias 04,05 e 06 de setembro de 2019, manhã e tarde em nosso Campus Universitário do baixo Tocantins, no Auditório Central. A inclusão acontece com parceria e trabalho coletivo.

Para maiores informações clique nos folders:

Folder-Frente

Folder-Costa

Será realizado entre os dias 17 e 20 de setembro de 2019, o II Seminário Internacional, que abordará a temática: Políticas públicas, movimentos sociais e processos de territorialização em curso. O evento ocorrerá no Campus Universitário de Abaetetuba da Universidade Federal do Pará – UFPA e no Instituto Amazônico de Agriculturas Familiares, e pretende estimular a reflexão interdisciplinar de pesquisas sobre as dinâmicas de territorialização em curso na Amazônia brasileira, focando os processos educacionais, os projetos governamentais neodesenvolvimentistas nos múltiplos territórios, as dinâmicas de mobilização das identidades coletivas, assim como as políticas públicas implementadas. Nessa perspectiva, enfatiza a particularidade do território Baixo Tocantins na dimensão campo/cidade, trabalhada a partir de sua redefinição e de situações concretas.

 

Edital

Folder Evento

 

"A Divisão de Assistência Estudantil seleciona bolsista de apoio à atividade acadêmica para atuar no INFOCENTRO do Campus Universitário de Abaetetuba no horário de 16h às 20h. Para participar da seleção o candidato deverá efetuar inscrição na Divisão de Assistência Estudantil de 16 a 21/08/2019 munido dos seguintes documentos:

- Atestado de Matrícula atualizado;

- Histórico Acadêmico atualizado;

- Cópia de documento oficial com foto (RG, CTPS, CNH, etc);

- Curriculum;

- Ficha de Inscrição devidamente preenchida (disponível na Divisão de Assistência Estudantil).

A seleção terá duas etapas: prova de conhecimentos básicos em informática no dia 22/08/2019 e análise socioeconômica por meio de inscrição no SIGAEST."

Edital Nº 011/2019

 

O grupo Olhar Fotográfico em parceria com o Museu do Baixo Tocantins, UFPA/Campus Abaetetuba, tem a satisfação de convidá-los a exposição “Como a força das Águas”, que acontecerá na galeria do Museu nos dias 19 a 27 de Agosto de 2019. A exposição é uma realização dos fotógrafos: Joanaldo Silva, Marcelo Vaz, Sérgio Rodrigues e Alisson Durant. O ensaio foi contemplado pelo premio Imagens cotidiana SESC Ver-o-peso 2019. Esta mostra Intinerante de registros faz-se na perspectiva de resistência e encantos cotidianos das comunidades de ilhas e interior da região Amazônia.

Tradicionalmente presente nos sistemas produtivos da agricultura familiar (camponeses, populações tradicionais, etc.), a pecuária bovina sempre representou a garantia de um bom alimento para família, seja o leite e seus derivados e/ou a carne, de força de trabalho e/ou transporte, assim como uma poupança, um seguro para os imprevistos da vida, uma vez que a liquidez na venda dos animais é garantida até mesmo nas regiões mais remotas e de difícil acesso. Em diversas partes do mundo, de uma atividade complementar, aos poucos foi se transformando na atividade principal de sustento e manutenção da família no campo. No bioma Amazônico, carrega consigo a dualidade de destruir a biodiversidade, sendo considerada uma atividade consumidora dos recursos naturais e intensificadora de conflitos em áreas de uso coletivo, ao mesmo tempo em que proporciona um retorno econômico satisfatório para as famílias, sendo igualmente importante para a segurança alimentar e nutricional das mesmas. No Bioma Pampa, por outro lado, a pecuária bovina tem sido apontada como atividade tradicional que pode contribuir com a manutenção da biodiversidade, gerando inúmeras controvérsias. Conhecer e refletir sobre as diferentes situações da pecuária bovina praticada em sistemas produtivos no âmbito da Agricultura Familiar é o objetivo deste dossiê, que pretende obter um panorama da diversidade de situações presentes na América do Sul, promovendo reflexões para pesquisas futuras.

Tendo em vista essa contextualização, abaixo a seguir as principais temáticas que devem compor a publicação.

 

Temáticas de interesse para os artigos:

  • Etnografia das práticas e /ou cotidiano da atividade;
  • Análises ambientais: GEE; desmatamento; serviços ecossistêmicos;
  • Mudanças tecnológicas;
  • Sistemas produtivos, envolvendo manejos, práticas, índices zootécnicos, etc.;
  • Pecuária e agroecologia;
  • Produção orgânica de leite e /ou carne;
  • Pecuária em áreas de uso coletivo;
  • Políticas públicas voltadas para pecuária bovina;
  • Estudos de mercados; consumo.

 Experiências: Práticas agroecológicas em sistemas produtivos de pecuária bovina.

Resenhas de livros recentes sobre produção bovina no âmbito da Agricultura Familiar.

 

Para mais informações acesse o link

 

A Associação Arte Miriti de Abaetetuba (MIRITONG) em parceria com o Museu do Tocantins (UFPA) e (UFRA) tem a satisfação de convidá-los em contribuir conosco no Seminário sobre a Indicação geográfica do Brinquedo de Miriti, que ocorrerá no dia 18 de julho de 2019, às 08:00 horas, no auditório da Universidade Federal do Pará- UFPA, Campus Abaetetuba. O Seminário tem como objetivo tratar sobre a importância do registro de Indicação Geográfica - IG do brinquedo de miriti para o município de Abaetetuba, o qual recebe o título de Capital Mundial do Brinquedo de Miriti.
Sabe-se que o Brinquedo de Miriti é um tipo de artesanato típico do município, por meio dele se revela o cotidiano e a maneira de ver o mundo de seus agentes, bem como a beleza e importância da biodiversidade amazônica e representa formas de autonomia e melhoramento econômico para os artesãos e, consequentemente, para o município. Entretanto, vê-se que, recentemente, outros municípios também se apropriaram deste artesanato. Neste sentido, o registro de IG é de grande importância cultural, histórica e econômica para os artesãos e demais atores envolvidos.
Obs: O evento contará com a emissão de certificados aos participantes, carga horária de 10 hs.
 Inscrição: Ateliê Fábrica de Sonhos/  Museu do Tocantins/ Local do evento
Horário comercial

 


                               

O V Seminário de Estágio Supervisionado do curso de Licenciatura em Física da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia (FACET), UFPA- campus universitário de Abaetetuba, tem como objetivo socializar à comunidade acadêmica e externa as atividades desenvolvidas durante a realização dos Estágios Supervisionados em Física I, II e IV, do 2o período de 2019. Além disso, relatar as experiências adquiridas e vivenciadas durante as observações, cooperações e regências no ambiente escolar contribuindo, assim, para um importante espaço de diálogo, reflexões, ajustes e aperfeiçoamento do processo de formação dos futuros professores de Física.

A programação do seminário contará com mesa de abertura e apresentações de trabalhos orais, referentes às metodologias e relatos de experiências vivenciados no ambiente escolar, com a participação da coordenação de Estágio e professores avaliadores.

Para Maiores Informações Clique Aqui

⚜ II SEMINÁRIO SOCIOJURÍDICO DO BAIXO TOCANTINS ⚜

"O homem não teria alcançado o possível se, repetidas vezes, não tivesse tentado o impossível"
- Max Weber

O Serviço Social enquanto profissão vincula-se numa perspectiva crítica da realidade social, atuando em múltiplas demandas sociais, tais como: escolas, hospitais, delegacias, processos judiciais, corporações privadas, instituições militares, instituições de assistências, entre outras. A sua intervenção via instrumental científico de caráter multidisciplinar tem como importante aliado a Legislação. Deste modo seu conhecimento se faz mais que necessário crucialmente, pois otimiza os resultados a seus usuários.

O presente seminário objetiva propor interação academia e prática profissional, trazendo assistentes sociais de diferentes áreas de atuação para relatar suas experiências e a efetivação da legislação em seu cotidiano laboral. Tal evento passa a se constituir em oportunidade impar de diálogo entre a formação acadêmica e a prática profissional, seja para os discentes seja para os profissionais. Assim a academia volta-se a escutar os assistentes sociais em suas demandas e elastece a formação acadêmica para uma visão da prática.

                                  ➡ Link de Pré-inscrição: Clique Aqui

                                  ➡ Evento: Clique Aqui

                                  ➡ Página: Clique Aqui

⚜ Convidamos o público para participar do seminário com o tema:

"A IMPORTÂNCIA DA LEGISLAÇÃO NA ATUAÇÃO PROFISSIONAL DO/A ASSISTENTE SOCIAL"

➡ Dia 11 de Junho de 2019
➡ Início às 17h30
➡ Auditório Central - Campus Abaetetuba
Informações: 985089280 ou 981789588



Seminário de Iniciação Científica "O TRABALHO DA PESQUISA EM ANTROPOLOGIA".
O Seminário de Iniciação Cientifica “O TRABALHO DA PESQUISA EM ANTROPOLOGIA” é uma atividade do projeto de pesquisa “Artesãos do Carnaval na Cidade: Memória, Tradição e Resistência” e tem como objetivo subsidiar aluno/as dos cursos de graduação do Campus Universitário de Abaetetuba, quanto aos procedimentos teórico-metodológico à luz da pesquisa antropológica, dada sua significância para a compreensão dos processos sociais numa situação de pesquisa, inclusive de TCC.

Folder do Seminário em Antropologia

 

"Convidamos a comunidade acadêmica em geral, para participar da inauguração do novo prédio de Laboratório de Engenharia Industrial e Pós-graduações Stricto Sensu. Contamos com a presença de todos."

 

Convite

 

 

A comissão organizadora do IV ENCONTRO DOS ESTUDANTES DE PEDAGOGIA - EPED, no uso de suas atribuições, faz saber que estão abertas as inscrições para participação no IV EPED que tem como tema: "Educação e compromisso social: o agir pedagógico na perspectiva da educação inclusiva e sustentabilidade socioambiental", que será realizado nos dias 22, 23 e 24 de Maio de 2019, no Campus Universitário de Abaetetuba-PA.

Edital IV EPED

Ficha de Inscrição IV EPED

Modelo IV EPED

Folder IV EPED

Ebook IV EPED

Caderno de Resumo IV EPED

 

 

A Faculdade de Engenharia Industrial - FEI, Campus UFPA de Abaetetuba,torna público o PSS para o cargo de professor substituto do magistério superior, tendo como tema Engenharia Química e cuja as inscrições ocorreram no período de 28.03.2019 à 10.04.2019,conforme o edital N°73,de 27 de março de 2019.

Edital Nº 73 PSS FEI

Lista de Candidatos PSS - Edital N° 73

Cronograma PSS - Edital Nº 73

Resultado PSS - Edital N° 73

     Resultado da Prova Didática PSS - Edital Nº 73

Resultado Final PSS - Edital Nº 73

A poética do Oleiro

A exposição é resultado de uma ação de educação patrimonial ligada ao projeto  “Arte de Pintura em cerâmica” desenvolvido no  Curso de Artes Visuais do Campus de Abaetetuba na disciplina estágio supervisionado, em parceria com o Museu do Baixo Tocantins. A atividade consiste numa oficina de pintura dada pelos discentes do curso aos alunos da Escola Municipal Santa Anastácia do 5º ano/ Bairro do Mutirão/Abaetetuba. Tais pinturas serão realizadas em obras de cerâmicas produzidas pelo mestre Martinho Rodrigues da Comunidade São José do Manacapuru/Rio Curia. São mais de 40 peças de barro emoldurados pelas mãos do artesão e pintados pelos alunos.  As imagens fotográficas expostas ao público a partir do dia 19 de março até o dia 20 de maio no espaço do Museu do Tocantins, foram registradas a partir das atividades do mestre em sua olaria pela aluna do curso e também pintora das peças Maria do  Carmo Ferreira Ribeiro que registrou  algumas de suas memórias em entrevista divulgada ao público.

 

Parabenizando a todas as servidoras, colaboradoras e discentes do Campus Universitário do Baixo Tocantins/Abaetetuba, convidamos a todas (os) para participar da comemoração do dia Internacional das Mulheres no campus de Abaetetuba que acontecerá no dia 27/03/2019, a partir das 8:30 h, no Auditório Central, com programação organizada pela Coordenação do Campus e Grupos de Pesquisa do Campus. Todas as servidoras e servidores estão convidados para esse evento, para comemorarmos esse dia especial, Dia Internacional das Mulheres.

Homenagem para as Mulheres do Campus de Abaetetuba

 

Pagina 1 de 3
Fim do conteúdo da página