Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais notícais > Notícias > Campus de Abaetetuba promove a I Jornada de Extensão de Matemática
Início do conteúdo da página

Campus de Abaetetuba promove a I Jornada de Extensão de Matemática

O Campus Universitário da UFPA – Abaetetuba, realizou na última quinta-feira, dia 14 de novembro, a I Jornada de Extensão de Matemática, na Escola Estadual Bernadino Pereira de Barros. O evento foi coordenado pela professora, Draª Suellen Arruda e executado pelos discentes do curso de Matemática (Turma 2019).  Os universitários realizaram uma série de trabalhos como: “Jogos Matemáticos para o Ensino de Plano Cartesiano”, “Ensinando Triângulos e Circunferência para Deficientes Visuais”, “Polígonos em Dobraduras”, entre outros temas.

A I Jornada de extensão contou com a participação de 350 alunos da Escola Bernadino.“É Muito bom, quando a UFPA traz o que está sendo produzido lá e aplica a prática nas escolas. Eles conseguiram dinamizar o estudo em matemática por meio do lúdico. E o resultado foi bom, nossos alunos gostaram do que viram aqui”, afirmou o diretor da escola, professor Luiz Félix. 

A professora Suellen Arruda, explicou sobre um dos objetivos da Jornada de Extensão de Matemática: “O curso de matemática teve seu Projeto Pedagógico de Curso (PPC) reformulado, conforme  resolução de 2017, então nós temos agora a obrigatoriedade dos 10% da carga horária do curso ser destinado a extensão, portanto a ideia é que a gente possa fazer projetos, para a comunidade em geral, levando a universidade para esses locais e apresentando o que é feito na universidade, pelos nossos alunos”, declarou a professora.


Inclusão

Um dos trabalhos apresentados na jornada tinha como objetivo levar ao deficiente visual um desenvolvimento na área de matemática, especificamente geometria plana, refletindo sobre possibilidades de alterar os modos de pensar, ensinar e aprender de professores e alunos com deficiência. Um dos componentes dessa equipe de trabalho foi o Jeison Carlos, que é deficiente visual. “Tentamos adaptar esses objetos utilizados aqui, para que os alunos pudessem perceber as dificuldades que os deficientes visuais têm em estudar esses assuntos”, declarou o discente.

A estudante Graziella Vilaça fazia parte de uma equipe que trabalhou o tema: “Mulheres na Matemática”. A discente explicou, que, o objetivo foi: “Apresentar modelos inspiradores de mulheres que fizeram grandes contribuições na área de matemática, como  física, química, engenharia. Então, trouxemos essa tenda com fotografias, biografias, documentários de mulheres, para que pudéssemos estimular as alunas a estudarem matemática ou áreas afins”, disse Gabriela.

A estudante do 9º da escola Bernadino, Valéria Matos, visitou o trabalho com o tema: “Noções Primitivas e Figuras Geométricas - Utilizando o Campo de Futebol. “Foi muito interessante a forma como eles ensinaram o assunto, nunca pensei que a gente podia aprender matemática através do futebol”, afirmou a estudante.De acordo com a professora Suellen Arruda, a Jornada de Extensão de Matemática trouxe benefícios para os discentes do curso. “O primeiro ponto a ser analisado sobre o evento são os nossos alunos da universidade. Eles estão no segundo semestre, e estão tendo o primeiro contato com o público-alvo, que são os estudantes do ensino fundamental e médio. Eles tiveram a prática docente e criaram estratégias de ensino para melhorar o processo de aprendizagem dos alunos em relação à matemática”, afirmou a docente. 


Texto e Fotos: Giovane Silva - Assessoria de Comunicação do Campus Universitário da UFPA - Abaetetuba

Fim do conteúdo da página